domingo, 19 de novembro de 2017

Conhecendo o órgão Sexual Masculino


Para dar e sentir prazer é preciso conhecer o nosso corpo e o corpo do nosso parceiro, por isso hoje preparamos para você algumas dicas para explorar ao máximo o órgão sexual masculino.

1- Prefira o quente ao frio - Já ouviu dizer que o pênis encolhe no frio? É verdade. "O que acontece é que o músculo cremaster, que fica dentro do escroto (saco, popularmente), se contrai para aproximar os testículos do tronco e aquecê-los", explica o urologista Dr. Orestes Mazzariol. Isso faz com que o homem veja o seu amigão bem menor do que o normal.

2- Ereção fácil – Ficar excitado é quase inevitável para o homem. Qualquer estímulo pode desencadear uma ereção. Ver uma mulher bonita, ouvir algumas palavras picantes, sentir um perfume bom, entre outras situações, já é o suficiente para deixar o pênis duro e ereto. Viu só?! Aproveite, já que não precisa de muito para que ele esteja a postos para se divertir!

3- Cada área uma sensação – O grande segredo para dar mais prazer ao homem é entender direitinho o que eles sentem em cada parte do órgão sexual. A principal dica é: a cabeça (glande) é a área mais sensível, onde eles percebem todos os estímulos feitos por cada parte do seu corpo. Mas não abandone o tronco do pênis, aposte sempre nos movimentos para cima e para baixo nessa área, dando sempre uma voltinha pela glande. Fazendo tudo com carinho com velocidade progressiva, será capaz de levá-lo à loucura. Ah, não se esqueça que existem outros pontos de prazer para o homem. Alguns adoram carícias no períneo e nos testículos. "Tudo isso acontece por conta da alta concentração de nervos nessas regiões. Eles se cruzam e se confundem, causando grande excitação quando estimulados", afirma Dr. Mazzariol.

4- Segurar a ereção –
Talvez a segunda maior preocupação do homem – depois do tamanho – é por quanto tempo ele consegue manter o pênis ereto. É uma questão de honra. Ficar muito tempo com o órgão duro é sinal de virilidade e eles são loucos para mostrar isso e garantir o prazer da mulher por tempo prolongado. E você sabe como eles fazem para aguentar e evitar a ejaculação? "Existem duas práticas comuns entre os homens. Uma consiste em desviar o pensamento quando estiver perto de ejacular, a fim de mudar o foco do prazer para algo que não o faça continuar com a excitação. Outra é quando param os estímulos e, com os dedos, apertam logo abaixo da cabeça do pênis para contrair os vasos sanguíneos da região e manter o pênis duro por mais tempo", esclarece o urologista.

5- Ejaculação x orgasmo – Quando o pênis expele o sêmem, a maioria das mulheres acredita que foi esse o sinal de que o parceiro atingiu o orgasmo, mas não é exatamente assim. Eles vêm juntos, na maioria dos casos, mas não são a mesma coisa. Alguns homens são capazes de sentir prazer sem ejacular, enquanto outros até ejaculam, mas não chegam ao orgasmo.

6- De manhã o sexo é melhor – Depois de uma boa noite de sono, já notou que o parceiro sempre acorda com um apetite ainda maior para fazer sexo? Isso tem explicação! A testosterona, que está diretamente relacionada ao desejo sexual e é quem habilita a ereção, é produzida durante a noite, tendo seu pico entre 8 e 11 horas da manhã. Por isso eles sempre acordam bem dispostos para mais um pouquinho de diversão.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Relações Sexuais que você deve tentar pelo menos uma vez na vida

Você já deve ter experimentado vários tipos de sexo ao longo da vida. Ser criativa e ousada faz parte do jogo e pode fazer com que você se conheça melhor, apimente a relação ou ainda entre em contato mais íntimo com seu parceiro. 
Veja a seguir alguns tipos de relações sexuais que você deveria tentar pelo menos uma vez na vida:

1-Pelo menos uma vez na vida, você deve experimentar um sexo sem qualquer tipo de inibição, se entregando de corpo e alma e fazendo com que o seu instinto domine a situação.

2- O sexo de reconciliação pode ser uma experiência bastante selvagem e prazerosa, vale muito a pena experimentar.

3-  O sexo de despedida pode despertar emoções intensas, principalmente se seu parceiro ou parceira vai passar um ano fora do país.

4- Sexo com uma trilha sonora caprichada, que pode ir do jazz ao heavy metal, isso com certeza vai deixar você ainda mais excitado(a).

5- Fantasia de muitos homens e mulheres o sexo no escritório pode deixar sua adrenalina nas alturas. O medo de ser flagrado(a) ou quebrar alguns objetos ao redor deixa o ato bem mais emociante.

6- Sexo matutino, mesmo que faça com que vocês se atrasem um pouco para o trabalho.

7-Sexo sadomasoquista, com acessórios ou apostando em fetiches deve ser experimentado, até mesmo para ser descartado no futuro caso você não aprove.

8- Sexo na cozinha, sobre a pia, no chão e onde mais sentir vontade.

9- Sexo barulhento, a ponto de incomodar a vizinhança.

10- Sexo no carro, com preliminares durante o trânsito e orgasmo em um estacionamento. 

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Resgatando o prazer sexual


É muito comum o desejo e a frequência dos orgasmos diminuírem depois de certo tempo na relação.  Fatores como o stress, dificuldades financeiras, cansaço físico e tantos outros podem diminuir a libido e dificultar o orgasmo.Mas, essa situação pode ser revertida e você pode aproveitar cada momento a dois! 

Veja as nossas dicas e lute com persistência e paciência pelo seu bem estar sexual.

1. Conhecer o próprio corpo é se abrir para novas sensações

De acordo com os especialistas, é fundamental que a mulher conheça intimamente seu corpo. É esse conhecimento que mostrará o caminho mais fácil para se chegar ao ápice. Uma das maneiras mais simples de se soltar é se acariciar durante o banho. Aproveite a espuma e alise nuca, seios, barriga, coxas, percorra todo o corpo e descubra quais as áreas que quando tocadas te deixam mais excitadas.

2. Sem-vergonha entre quatro paredes

Há casais que não vivem uma intimidade verdadeira. Talvez você tenha recebido uma educação rigorosa e não consiga se entregar ao sexo sem pudores. Isso dificulta o orgasmo. Procure perder um pouco a vergonha e aumentar sua intimidade com o parceiro. Não precisa chegar fazendo um striptease logo de cara ou usando alguma fantasia erótica, são pequenas ações que irão te deixar mais a vontade para indo além um pouquinho a cada dia.

3. Fale o que você quer, ninguém é obrigado a advinhar

Você acha que seu parceiro não acerta muito nas carícias? Se a ideia é abrir caminho para o orgasmo, você precisa ser tocada nos lugares certos, de um jeito gostoso, que te dê vontade de fazer amor. O ideal é conversar e explicar como e onde você gostaria de ser tocada durante o sexo.

4. Sem vontade não dá

Nunca vá para a cama sem vontade. Uma relação sexual por obrigação não tem como ser prazerosa. Os dois precisam querer sentir e dar prazer. Entre no jogo erótico somente quando sentir desejo. Isso é meio caminho andado para obter prazer. Recuse a penetração se não estiver lubrificada e prontinha para o ato.

5. Use a imaginação

Pensar em um bonitão te excita? Então, pense nele na hora H e sinta a excitação crescer. Ninguém precisa saber, só você! As fantasias sexuais são normais e não devem ser bloqueadas. Além do mais, imaginar-se com outra pessoa é um recurso muito usado pelos homens durante a transa. Você também pode fantasiar! 

6. Transe para se divertir
Esqueça o orgasmo. Assim, é pouco provável que você consiga. Na cama com seu amor, tente curtir as sensações agradáveis que surgem pelo seu corpo. À medida que o prazer aumenta, vá se entregando, sem a preocupação de conseguir chegar ao prazer máximo. O orgasmo é uma consequência, não o objetivo da relação.

7. Inove Sempre

Quantas posições sexuais vocês já tentaram? Há muitos jeitos de transar. Se vocês fizerem sempre do mesmo jeito, o sexo pode cair na rotina, dificultando o orgasmo. Inovar é ordem! Muitas mulheres dizem ter mais facilidade em chegar ao clímax numa certa posição. Explore várias até descobrir a sua predileta.

8. Auto-estima é tudo!

Se você tem vergonha do próprio corpo, saiba que isso é um grande obstáculo ao orgasmo. Isso porque você não consegue relaxar na cama. Defeitos todos nós temos e, acredite, os homens não prestam tanta atenção aos detalhes. O que importa é o conjunto. Por isso, ame-se como você é!

Sete Pecados Boutique - Noites mais quentes, dias mais felizes!

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Muito além da penetração

Quando o assunto é sexo e orgasmo feminino, percebe-se como o tema ainda é tabu entre muitas pessoas. A maioria da população feminina ainda tem dificuldades de chegar lá. Segundo uma pesquisa realizada pela Durex Global Sex Survey, que entrevistou 1.004 brasileiros, entre as mulheres entrevistadas, outras 78% não chegam ao orgasmo. Talvez essa porcentagem diminuísse, se as pessoas não vissem o orgasmo somente através da penetração. Essa é nossa proposta hoje: apresentar três formas diferentes se chegar ao ápice.

Se o problema está no orgasmo com penetração, que tal investir no estímulo do clitóris. É o que a educadora sexual Débora Pádua chama de "ponto C". "Tanto os homens quanto as mulheres focam mais em alcançar o ponto G feminino – estimulação na região anterior da vagina – e esquecem que o clitóris também é uma arma poderosa", afirma.

Segundo ela, cerca de 94% das mulheres conseguem atingir o orgasmo com estimulação clitorial. "O clitóris possui cerca de oito mil terminações nervosas, área com mais estruturas fibrosas que qualquer outra parte do corpo humano, além de interagir com outros nervos que irrigam a pélvis, resultando em um orgasmo tão forte quanto", diz. 

Há, ainda, outros pontos que podem proporcionar a sensação de prazer nas mulheres, como os seios."Ao serem tocados, eles provocam a produção e secreção de oxitocina, o mesmo hormônio que aparece durante a estimulação vaginal ou clitoriana", explica.

Mais polêmico, o ânus, ou "ponto A", também pode ser considerado um ponto de prazer. "A maioria das mulheres ainda vivem o tabu do ponto A, mas podem atingir o orgasmo através dele", afirma.

Ela diz que isso acontece porque as sensações de prazer no ânus, assim como as da vagina, são encaminham para o cérebro através do nervo pélvico. O casal pode com a prática ter muito prazer na hora do sexo anal e proporcionar a mulher um delicioso orgasmo!

sábado, 4 de novembro de 2017

Relaxa, senão não vai rolar!!!

Você fica muito preocupada com sua performance na cama? Compara o seu desempenho sexual com o desempenho de suas amigas?

Está na hora de relaxar!!! Saiba que essa preocupação pode fazer você travar na hora H. É fato que a todo momento somos bombardeados pela mídia que pinta o ato sexual como algo tão fantástico que às vezes ficamos na dúvida sobre nossas próprias sensações. Para não sentir fora dos padrões atuais da transa, muitas delas, exageram na de contar aos outros, sobre o seu desempenho como se apostasse uma corrida.

O fato das mulheres estarem mais soltas e querendo aumentar o próprio prazer é positivo, mas também pode virar neura. A ansiedade gerada por exigir de si mesma um desempenho igual a das amigas ou dos filmes pornô atrapalha na conquista do prazer. "Quem não consegue uma noite sensacional, pensa que tem algum distúrbio." Essa pressão pode até causar disfunções sexuais a - pessoa fica tão focada em cumprir uma meta que trava.

Casais preocupados excessivamente com a performance podem ser inseguros, individualistas , ter baixa autoestima, pouco conhecimento do outro, de si mesmo, e até mesmo incapacidade para enxergar a relação sexual de forma natural.

Idealizar o sexo no início da paixão, isto é, achar que depois de anos de namoro, a pessoa conseguirá manter aquele jogo lá do começo também pode gerar frustrações e ansiedade. Uma vez ou outra você pode ter uma relação igual as primeiras, mas não será assim todo dia.

Veja algumas dicas para melhorar seu desempenho:.

-Preocupar-se com a sua atenção sexual é saudável, mas cuidado para não virar uma escrava da performance . " O desempenho não pode ficar maior que o sexo como expressão afetiva"

-Esqueça a colega que tem orgasmos infinitos, a vizinha que faz strip-tease como ninguém . Para relaxar e gozar, a primeira providência é não se comparar . "A saída é cada um se preocupar com a sua própria forma de ser feliz e ter prazer. E não ligar pra a opinião alheia"

-Você pode fingir orgasmo de vez em quando mas não faça isso sempre. Se não consegue gozar, existe algum problema que precisa ser resolvido- oculta -lo é a pior das decisões.

- Se você por exemplo só consegue alcançar orgasmo com estimulação clitoriana, não force a barra para obtê-lo com penetração. Consentir que haja penetração como parte jogo sexual, mas avise ao seu parceiro que, para que você chegue lá, ele precisa friccionar aquela partizinha....

Conversar, dialogar...Uma boa comunicação ajuda a resolver (quase) todas as questões.
Compartilhar as dificuldades sexuais, torna tudo mais fácil e autêntico.


Rosa Avello- psicoterapeuta e especialista em sexualidade humana

Fonte: https://mdemulher.abril.com.br/amor-e-sexo/sexo-sem-neuras-dicas-para-voce-relaxar

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Cinco contra um

Hoje, aqui no blog, voltamos a falar de um assunto que ainda é tabu: a masturbação masculina. Para começar, vamos falar dos benefícios que essa prática traz para a saúde. 

Segundo pesquisas da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, o ato de se masturbar libera substâncias como a oxitocina e a endorfina, que provocam bem-estar e melhora do humor. O resultado disso é um maior relaxamento corporal e o sono de qualidade. Isto porque a prática alivia as tensões e ajuda o corpo a descansar. No entanto, como tudo em excesso faz mal, nem sempre a masturbação masculina é boa. 

A masturbação é a principal maneira de conhecer o próprio corpo e suas formas de sentir prazer. Ela possibilita descobrir as zonas de excitação e é o mecanismo inicial da vida sexual. Geralmente, aprende-se a praticá-la sozinho, ao se tocar e estimular o pênis.

Sem idade para começar, ela é a fonte dos primeiros orgasmos, que preparam o homem para a relação a dois. Alguns meninos simplesmente precisam sentir o prazer com outra pessoa para atingir o gozo. Sexo independe de regras e, por isso, quando praticada para fins de experimentação sexual e sem exageros, a masturbação não traz malefícios.

Manter a região genital limpa é fundamental para evitar inflamações, infecções e outras doenças. No entanto, evite produtos germicidas e bactericidas, que podem destruir a proteção natural da pele na região. Prefira sabonete neutro e água.

Se o pênis e a região íntima estiverem limpos, o preservativo é totalmente dispensável para a masturbação masculina. Quando bem lubrificado, o órgão só precisa do estímulo das mãos para chegar ao orgasmo.

O próprio corpo libera secreções e lubrificação natural no momento da excitação. A lubrificação é opcional, mas ajuda no movimento das mãos sobre o órgão, além de evitar lesões.


terça-feira, 3 de outubro de 2017

Por que usar produtos de sex shop?

Muita gente se pergunta: por que comprar determinados produtos em sex shop ao invés de comprá-los em lojas convencionais? 
E nós respondemos: os produtos encontrados no mercado tradicional podem ser um verdadeiro “corta clima", quando usados para este fim. Um bom exemplo disso são os produtos para massagem. Um óleo convencional é absorvido pelo corpo em 10 minutos. Então, se você usá-lo para uma massagem tântrica, em que os corpos se entrelaçam, terá que parar no meio para colocar mais. O que não irá acontecer com os óleos encontrados nas boutiques eróticas, que trabalham com produtos específicos para esse fim e que que garantem uma performance de até 40 minutos.
Além disso, os produtos sensuais, aqui no Brasil, precisam da autorização da ANVISA para serem comercializados, portanto lojas idôneas sempre irão trabalhar com produtos que passaram por testes e foram aprovados pela fiscalização. Ou seja, produtos que não irão colocar em risco a saúde do consumidor.
Por isso, quando quiser apimentar um pouco mais a relação procure por lojas especializadas, verifique se o produto que você vai utilizar tem registro na ANVISA e claro, informe-se sempre!

Sete Pecados Boutique - Noites mais quentes, dias mais felizes!