sábado, 20 de janeiro de 2018

Desejo sexual x verão

Você já sabe que diversos fatores podem influenciar o desejo sexual de homens e mulheres. O que talvez você não saiba é o poder que o verão exerce sobre o desejo sexual. Os dias quentes podem servir para esquentar ainda mais a relação e aumentar o apetite sexual.

Segundo sexólogo e secretário geral da Sociedade Brasileira de Sexualidade, Dr. Amaury Mendes Júnior, o verão pode influenciar no desejo das pessoas. Ele menciona a mistura de calor, liberação sexual e bebida alcoólica como o principal fator para que se aumente o desejo de transar nesta época do ano. Dr. Amaury Mendes também lembra que nos países subtropicais é costume usar menos roupa, o que aumenta a sexualidade.

“Quanto mais avantajada for a beleza do corpo mais o desejo aumenta. No verão a oferta é muito grande", afirma o sexólogo. Isso, porque no verão somos muito estimulados pelo sentido da visão, devido a grande exposição do corpo. 

O aumento do desejo nos dias mais quentes é igual para homens e mulheres. “Somos todos seres humanos, é igual para os dois. O resto é estabelecido pelo cultural e pelo regional. Na nossa cultura sexo é algo social”, ressalta o sexólogo.

Para o especialista outro mito que gira em torno do comportamento sexual humano é a ideia de que homens gostam mais de fazer sexo do que as mulheres. Dr. Amaury diz que isso é uma grande bobagem. O que pode acontecer é uma variação hormonal. “Os hormônios têm uma relação com o dia e a noite. Estrogênio, hormônio feminino, ficam em alta à noite e a testostenora, hormônio masculino, pela manhã. Por isso homens gostam tanto de sexo ao acordar e as mulheres preferem a noite”, explica o sexólogo.

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

O que desanima os homens na hora do sexo


São vários os fatores que podem prejudicar, e muito, a relação sexual do casal, esfriar o relacionamento e desanimar os homens na hora do sexo. Falar demais, não estar com a higiene em dia, e não se permitir, nem satisfazer as vontades deles são algumas das reclamações que eles fazem e dizem desanimá-los durante o sexo.

É por isso que o ideal é manter um diálogo com o parceiro para conhecer melhor suas vontades e preferências. É preciso entender se ele gosta de dominar ou ser dominado. 

Para deixar a relação sexual mais interessante e dar um "up" no prazer vale ousar um pouco. Os homens gostam, e muito, de serem surpreendidos e de vivenciarem algo novo durante a relação. 

A dica da Dra. Débora Regina Freschi, psicóloga, terapeuta de casais, família e especialista em terapia sexual e codependência, para deixar os homens caidinhos na hora da relação é as mulheres "serem muito carinhosas já antes do sexo, beijarem muito e se soltarem na relação sexual, não sendo muito passivas e nem muito resistentes". Pudor demais pode ser um grande empecilho para alguns homens. A Dra. Débora conta que alguns deles dizem desanimar quando as mulheres não aceitam certas coisas na hora H, como posições diferentes, sexo anal, sexo oral e, principalmente, quando querem fazer tudo do jeito delas. "Mulheres que falam demais também desanimam os homens", diz a Dra. Débora. É importante ressaltar, no entanto, que para a relação ser gostosa para os dois é fundamental só fazer aquilo que tem realmente vontade. Se você fizer algo que não se sente à vontade, provavelmente também não será bom para ele.

Já a Dra. Creusa dá outras dicas para animar os homens na hora H. Ela diz que a mulher precisa, acima de tudo, despertar sua sensualidade. "Para ser sensual, a mulher deve se portar de forma elegante, meiga, carinhosa e se vestir, na hora do sexo, de maneira sedutora, além de estar bem cheirosa", diz. De acordo com a especialista, descobrir qual a posição ele mais sente prazer e adotá-la, além de tomar iniciativas para o sexo, são algumas das formas de deixá-lo caidinho. Fazer uso de produtos eróticos é outra maneira de apimentar a relação. "Primeiro é preciso ver se o casal curte esses tipos de acessórios para, no fim, ter um bom resultado", alerta a Dra. Creusa. A Dra. Débora lembra que "existem jogos que ajudam o casal a quebrar a rotina e se conhecer melhor sexualmente, seguindo um roteiro para desvendar cada parte do corpo e o que devem fazer com sugestões de carícias, além dos que ensinam a criar um jogo de sedução durante a relação".

Se você faz o tipo mais tímida, não se preocupe, há uma luz no fim do túnel. O que a Dra. Creusa indica é procurar se soltar mais durante a relação, de forma natural, ou mesmo ir à procura de cursos para aprender a fazer massagens, danças sensuais, strip-tease, entre outros. Vale lembrar, entretanto, que as mulheres não devem se submeter a algo que não se sentem à vontade para fazer. "Os homens gostam muito do sexo anal, mas a mulher não pode se sujeitar a fazer o que significaria uma transgressão, um abuso para ela. Mulher nenhuma deve fazer algo que o homem gosta se ela não se sentir bem", alerta. A Dra. Débora ainda lembra que se for algo saudável, mas ela ainda não se sentir completamente à vontade com a ideia, ela pode procurar um profissional da área, como o terapeuta sexual ou sexólogo. "Esses profissionais a ajudarão a romper com certos tabus, preconceitos, culpas e vergonhas para se soltar, dar e receber o prazer que merecem", indica.

Matéria publicada site https://www.vix.com/pt/bdm/sexo

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Seja bem vindo 2018!!!

E um Novo Ano começa! Muitos planos, muitas expectativas... 
Nós, aqui do blog, também vamos trazer muitas novidades pra você. Além das informações sobre saúde e bem estar sexual, durante este ano também iremos publicar alguns contos eróticos  e histórias apimentadas para provocar a imaginação do caro leitor.
Agradecemos, a você que durante os últimos quatro anos tem nos prestigiado seja aqui no blog ou em nossa loja virtual e desejamos um início de ano iluminado de paz, amor e prosperidade.





sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Sexo anal sem lubrificante, pode?

Muita gente acha desnecessário o lubrificante durante o sexo anal. Algumas pessoas não sentem nenhum desconforto durante a relação e dispensam o uso desse produto. No entanto, o que muita gente não sabe é que usar um lubrificante pode evitar alguns danos a saúde.

O ânus é uma região que não possui nenhum tipo de lubrificação natural e uma penetração à seco pode romper ou rasgar as membranas dessa região. Durante a penetração anal é comum ocorrem pequenas lesões (imperceptíveis a olho nu) nessa região. Estas micro lesões não são muito afetadas pelas bactérias presentes na região, mas se há um maior esforço as membranas podem se abrir um poucos facilitando a entrada de várias bactérias, que por sua vez podem chegar na circulação sanguínea. 

Portanto, para que relação ocorra de maneira saudável e confortável é imprescindível a utilização de um bom lubrificante (de preferência a base d'água) e também é recomendável a utilização do preservativo.

Além disso para se acostumar com a prática, é aconselhável a utilização de um plug anal. Este acessório irá ajudar na dilatação da musculatura preparando o ânus para a penetração. Tudo isso, sempre com a participação de um lubrificante.

E o mais importante, a higiene antes e após o ato. 



quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Um dica preciosa para depois do sexo

É bastante comum que, antes do sexo, alguma ida ao banheiro seja programada. Além de cuidados básicos de higiene, muita gente aproveita o banheiro para fazer xixi e, só então, partir para a boa e velha festinha embaixo dos edredons – ou em cima, ou dos lados, tanto faz.

O problema é que, pelo visto, fazer xixi antes do sexo não é uma boa ideia, e o conselho foi dado por uma pessoa que entende do assunto, o urologista Dr. David Kaufman, de Nova York.

Para Kaufman, em declaração publicada no Metro, fazer xixi antes do ato sexual é uma atitude que aumenta a nossa chance de adquirir uma infecção urinária. Portanto, deixar o xixi para o período pós-sexo parecer ser a melhor escolha, já que o jato de urina ajuda a eliminar algumas bactérias indesejadas, que podem ter sido empurradas para a uretra durante o sexo.

Fisiologicamente falando, bactérias são criaturas minúsculas, mas extremamente chatas, afinal elas são formadas por estruturas que parecem uma espécie de velcro, fazendo com que simplesmente fiquem grudadas a alguns ambientes do nosso corpo.

O fato é que, em se tratando de bactérias que provocam infecções na bexiga, a ideia é que elas não cheguem até o órgão e fiquem lá esperando que o xixi seja produzido para só então serem “lavadas” – até lá, já é tempo suficiente para que você fique doente. A dica é: se não deu para segurar o xixi antes do sexo, beleza, mas, depois do orgasmo, tome uns copos de água enquanto estiver dando aquela relaxada básica.

domingo, 19 de novembro de 2017

Conhecendo o órgão Sexual Masculino


Para dar e sentir prazer é preciso conhecer o nosso corpo e o corpo do nosso parceiro, por isso hoje preparamos para você algumas dicas para explorar ao máximo o órgão sexual masculino.

1- Prefira o quente ao frio - Já ouviu dizer que o pênis encolhe no frio? É verdade. "O que acontece é que o músculo cremaster, que fica dentro do escroto (saco, popularmente), se contrai para aproximar os testículos do tronco e aquecê-los", explica o urologista Dr. Orestes Mazzariol. Isso faz com que o homem veja o seu amigão bem menor do que o normal.

2- Ereção fácil – Ficar excitado é quase inevitável para o homem. Qualquer estímulo pode desencadear uma ereção. Ver uma mulher bonita, ouvir algumas palavras picantes, sentir um perfume bom, entre outras situações, já é o suficiente para deixar o pênis duro e ereto. Viu só?! Aproveite, já que não precisa de muito para que ele esteja a postos para se divertir!

3- Cada área uma sensação – O grande segredo para dar mais prazer ao homem é entender direitinho o que eles sentem em cada parte do órgão sexual. A principal dica é: a cabeça (glande) é a área mais sensível, onde eles percebem todos os estímulos feitos por cada parte do seu corpo. Mas não abandone o tronco do pênis, aposte sempre nos movimentos para cima e para baixo nessa área, dando sempre uma voltinha pela glande. Fazendo tudo com carinho com velocidade progressiva, será capaz de levá-lo à loucura. Ah, não se esqueça que existem outros pontos de prazer para o homem. Alguns adoram carícias no períneo e nos testículos. "Tudo isso acontece por conta da alta concentração de nervos nessas regiões. Eles se cruzam e se confundem, causando grande excitação quando estimulados", afirma Dr. Mazzariol.

4- Segurar a ereção –
Talvez a segunda maior preocupação do homem – depois do tamanho – é por quanto tempo ele consegue manter o pênis ereto. É uma questão de honra. Ficar muito tempo com o órgão duro é sinal de virilidade e eles são loucos para mostrar isso e garantir o prazer da mulher por tempo prolongado. E você sabe como eles fazem para aguentar e evitar a ejaculação? "Existem duas práticas comuns entre os homens. Uma consiste em desviar o pensamento quando estiver perto de ejacular, a fim de mudar o foco do prazer para algo que não o faça continuar com a excitação. Outra é quando param os estímulos e, com os dedos, apertam logo abaixo da cabeça do pênis para contrair os vasos sanguíneos da região e manter o pênis duro por mais tempo", esclarece o urologista.

5- Ejaculação x orgasmo – Quando o pênis expele o sêmem, a maioria das mulheres acredita que foi esse o sinal de que o parceiro atingiu o orgasmo, mas não é exatamente assim. Eles vêm juntos, na maioria dos casos, mas não são a mesma coisa. Alguns homens são capazes de sentir prazer sem ejacular, enquanto outros até ejaculam, mas não chegam ao orgasmo.

6- De manhã o sexo é melhor – Depois de uma boa noite de sono, já notou que o parceiro sempre acorda com um apetite ainda maior para fazer sexo? Isso tem explicação! A testosterona, que está diretamente relacionada ao desejo sexual e é quem habilita a ereção, é produzida durante a noite, tendo seu pico entre 8 e 11 horas da manhã. Por isso eles sempre acordam bem dispostos para mais um pouquinho de diversão.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Relações Sexuais que você deve tentar pelo menos uma vez na vida

Você já deve ter experimentado vários tipos de sexo ao longo da vida. Ser criativa e ousada faz parte do jogo e pode fazer com que você se conheça melhor, apimente a relação ou ainda entre em contato mais íntimo com seu parceiro. 
Veja a seguir alguns tipos de relações sexuais que você deveria tentar pelo menos uma vez na vida:

1-Pelo menos uma vez na vida, você deve experimentar um sexo sem qualquer tipo de inibição, se entregando de corpo e alma e fazendo com que o seu instinto domine a situação.

2- O sexo de reconciliação pode ser uma experiência bastante selvagem e prazerosa, vale muito a pena experimentar.

3-  O sexo de despedida pode despertar emoções intensas, principalmente se seu parceiro ou parceira vai passar um ano fora do país.

4- Sexo com uma trilha sonora caprichada, que pode ir do jazz ao heavy metal, isso com certeza vai deixar você ainda mais excitado(a).

5- Fantasia de muitos homens e mulheres o sexo no escritório pode deixar sua adrenalina nas alturas. O medo de ser flagrado(a) ou quebrar alguns objetos ao redor deixa o ato bem mais emociante.

6- Sexo matutino, mesmo que faça com que vocês se atrasem um pouco para o trabalho.

7-Sexo sadomasoquista, com acessórios ou apostando em fetiches deve ser experimentado, até mesmo para ser descartado no futuro caso você não aprove.

8- Sexo na cozinha, sobre a pia, no chão e onde mais sentir vontade.

9- Sexo barulhento, a ponto de incomodar a vizinhança.

10- Sexo no carro, com preliminares durante o trânsito e orgasmo em um estacionamento.